Colesterol Alto

O colesterol alto é uma condição que afecta aproximadamente 6% dos adultos. O colesterol elevado é diagnosticado quando uma pessoa tem níveis elevados de LDL (lipoproteína de baixa densidade), sendo esta considerada “mau” colesterol. Em geral, os homens têm níveis mais elevados de colesterol que as mulheres. O colesterol alto não é só por si uma doença, mas pode ser a causa de vários problemas cardiovasculares, incluindo a doença cardíaca. É frequente o caso de indivíduos que não sabem que têm níveis elevados de colesterol até se desenvolverem complicações.

É possível tratar e controlar o colesterol elevado, tanto por alterações ao seu estilo de vida em termos de dieta e exercício, como pela toma de medicamentos. Entre os medicamentos prescritos para a redução do colesterol, destacam-se as estatinas, como a Sinvastatina, o Lescol e o Crestor.

wockhardtFabricado por
Sinvastatina

A Sinvastatina, Zocor genérico, faz parte de um grupo de medicamentos conhecidos como estatinas, especialmente formulados para reduzir os níveis de colesterol no sangue. A Sinvastatina está clinicamente comprovada baixar eficazmente os níveis de LDL desde que tomada em conjunto com uma dieta saudável e exercício. A Sinvastatina pode baixar significativamente o seu risco de sofrer de aterosclerose, angina e doença cardíaca coronária.

AstraZenecaFabricado por
Crestor

O Crestor é um tratamento usado para baixar o colesterol e reduzir o risco associado de doença cardíaca coronária ou AVC. É um tipo de estatina capaz de reduzir o “mau” colesterol, bem como aumentar a produção de “bom” colesterol. Pode ser extremamente eficaz quando os pacientes alteram o seu estilo de vida, juntamente com a toma do medicamento.

PfizerFabricado por
Atorvastatina

A Atorvastatina, genérico do Zarator, é um medicamento de prescrição usado para tratar o colesterol elevado nas pessoas em risco de sofrerem complicações devido a esta condição. Para ajudar a diminuir as hipóteses de ataque cardíaco ou AVC, a maioria dos pacientes deve adoptar uma dieta saudável e fazer exercício físico regular, o que pode também ajudar a reduzir os níveis de “mau” colesterol e “aumentar” o bom colesterol.

SandozFabricado por
Fluvastatina

A Fluvastatina, genérico do Lescol, é um medicamento usado para reduzir o colesterol e é frequentemente prescrito a pacientes com elevados níveis de triglicéridos, que correm o risco de sofrer de ataque cardíaco ou AVC. Como com a maioria das estatinas, o medicamento apresenta-se na forma de comprimido, tomado diariamente e actua ao baixar o “mau” colesterol (LDL), aumentando também o “bom” colesterol (HDL).

TevaFabricado por
Pravastatina

A Pravastatina (genérico do Pravacol) é prescrita aos pacientes que sofrem de níveis elevados de colesterol. A maioria dos pacientes não sabe que sofre de colesterol alto, uma vez que existem poucos sintomas, porém, se deixado por tratar, pode causar complicações graves como doença cardíaca coronária ou AVC. Os medicamentos do tipo estatina, reduzem os níveis de colesterol de forma a evitar problemas de coração mais graves.

Merck Sharpe & DohmeFabricado por
Zocor

Os pacientes com colesterol elevado podem tomar Zocor como forma de baixar os seus níveis de lipoproteínas de baixa densidade (“mau colesterol”), o que pode causar complicações como hipertensão e AVC. Fazer alterações ao estilo de vida como uma dieta baixa em gordura e sal e fazer exercício físico regular, irá ajudar a tornar os medicamentos como o Zocor mais eficazes na redução do colesterol.

O que é o colesterol?

O colesterol é naturalmente produzido no corpo e é uma combinação de esteroides e lípidos (gordura). Em conjunto com os triglicéridos, o colesterol é um componente essencial à estrutura das células e está também envolvido na produção de energia e hormonas. Os níveis de colesterol no seu sangue dependem primariamente de como este é produzido no fígado, apesar de aquilo que come poder ser um factor contributivo.

Se os seus níveis de colesterol forem muito elevados, podem levar à obstrução e ao endurecimento das artérias, uma causa de doença cardíaca.

“Bom” e “mau” colesterol

Pode já ter ouvido as pessoas referirem-se ao “bom” e “mau” colesterol. O “bom” colesterol refere-se às lipoproteínas de alta densidade (HDL), enquanto que as LDL são o “mau” colesterol. É bom ter níveis elevados de HDL por estas protegerem contra a aterosclerose. Níveis elevados de LDL contribuem para doenças de coração e circulatórias. Pode baixar os seus níveis de LDL ao consumir uma dieta baixa em gorduras em conjunto com tratamentos para o colesterol alto como a Sinvastatina. Pode aumentar os seus níveis de HDL com exercício.

Causas do colesterol elevado

O colesterol elevado pode ser causado por muitos factores diferentes. Estes incluem o estilo de vida, a genética e outras condições de saúde. Na maioria dos casos, o colesterol pode ser prevenido e evitado, porém isto depende das suas causas. Por vezes fazer os ajustes certos ao seu estilo de vida pode também prevenir danos futuros à sua saúde se já tem colesterol elevado.

Causas do estilo de vida que elevam o colesterol

Uma das causas mais comuns do colesterol é frequentemente um estilo de vida pouco saudável. Os factores que podem influenciar a sua saúde e aumentar os níveis de mau colesterol presente no sangue podem ser:

  • Dieta desequilibrada Existe o erro comum de que alimentos riscos em colesterol como os ovos e o fígado são responsáveis pelo aumento do colesterol no sangue. Porém, se tiver um colesterol elevado, é mais provável que este seja causado por gorduras saturadas. Se comer alimentos ricos em gordura saturada irá aumentar os seus níveis de LDL. Estes alimentos incluem carnes vermelhas, queijo, banha de porco, manteiga, bolos, produtos de pastelaria, biscoitos e natas. As pessoas obesas e com excesso de peso têm frequentemente níveis mais elevados de LDL do que as pessoas com um peso saudável. Isto também se aplica às pessoas sedentárias.

  • Pouca actividade física Ser inactivo e ter uma dieta rica em gorduras saturadas tem sido relacionado com o aumento do mau colesterol. É por isso que ter excesso de peso ou ser obeso é um grande factor de risco, uma vez que está frequentemente associado a um estilo de vida pouco saudável. Se fizer exercício o seu corpo tende a produzir mais “colesterol bom”, que é útil para remover o mau colesterol das artérias, fazendo com que seja menos provável que a gordura de deposite nas artérias.

  • Excesso de álcool Tem sido demonstrado que o consumo excessivo de álcool regular tende a aumentar o colesterol para níveis pouco saudáveis.

  • Fumar Certos químicos encontrados no tabaco são conhecidos por tornar mais difícil o transporte de lípidos para o fígado pelo “bom colesterol”, onde podem ser depositados naturalmente. Se demasiado mau colesterol se depositar nas artérias, pode causar o seu estreitamento, o que pode levar a problemas cardiovasculares.

Causas do Colesterol Alto

Problemas de saúde subjacentes que podem influenciar o colesterol

Por vezes uma condição pré-existente pode ser a causa do seu colesterol elevado, devendo ambas as condições ser tratadas antes que possam causar danos à sua saúde. Se requerer tratamento para o seu problema subjacente, pode beneficiar os seus níveis de colesterol.

Algumas condições médicas podem traduzir-se em níveis de LDL mais elevados, como a diabetes, tensão arterial elevada, hipotiroidismo, doença renal ou hepática. Se estas condições forem tratadas, os níveis de LDL reduzem-se geralmente. Também existe o caso de algumas pessoas estarem geneticamente predispostas a ter níveis mais elevados de colesterol, no caso de sofrerem de hipercolesterolémia. Esta condição afecta uma em cada 500 pessoas.

Factores genéticos

O colesterol elevado por transmissão genética é conhecido como hipercolesteronémia familiar. Acredita-se que 1 em cada 500 pessoas herdam o colesterol elevado dos seus pais. É também possível que certos grupos étnicos tenham maior propensão a desenvolver colesterol elevado no futuro.

Outras causas do colesterol elevado

Com a idade algumas pessoas podem experienciar um estreitamento das artérias como resultado do colesterol elevado. É importante perceber que as causas do colesterol elevado podem ser várias e que a combinação de factores pode ser responsável pelo desenvolvimento do problema.

Sintomas do colesterol elevado

O colesterol elevado geralmente não causa sintomas e muitas pessoas podem apenas descobrir que aumentaram os seus níveis de colesterol quando fazem análises ou começam a desenvolver outros problemas de saúde como resultado.

Cerca de 75% das pessoas com hipercolesteronémia familiar (pessoas que herdaram o colesterol da geração anterior) podem desenvolver sintomas de colesterol elevado sob a forma de protuberâncias amarelas sob a pele. Porém, estes sintomas de colesterol elevado são pouco prováveis de aparecer na juventude, o que significa que pode ter colesterol elevado sem que se aperceba.

Pessoas que desenvolvem estes sintomas de colesterol elevado podem notar estas saliências, conhecidas como xantomas, nas pálpebras, tornozelos, nádegas e cotovelos.

Sintoma do Colesterol Alto

Como posso saber se tenho colesterol se estes sintomas nem sempre se relacionam com o colesterol elevado?

Devido à ausência de sintomas de colesterol elevado na maioria das pessoas com este problema, é importante que faça consultas médicas de rotina e mantenha o seu colesterol monitorizado. Isto tem uma enorme importância se tem um risco elevado de desenvolver colesterol elevado.

Como é o colesterol elevado diagnosticado?

Antes de recomendar um tratamento para o colesterol elevado, o médico terá primeiro de lhe realizar testes de forma a avaliar o seu risco de desenvolver uma doença cardiovascular nos próximos dez anos.

Geralmente, é recomendado que os seus níveis de colesterol total sejam iguais ou inferiores a 5mmol/L e idealmente, o “mau colesterol”, também conhecido como LDL, deve estar abaixo das 3mmol/L. Estes valores podem ser determinados com a ajuda de análises sanguíneas. Muitas pessoas ficam surpreendidas com os seus níveis de colesterol, especialmente porque pensam que teriam sintomas como indicação, apesar de serem um caso raro.

Após as suas análises ao colesterol, o médico irá avaliar o seu risco cardiovascular e se não houver indicação de poder desenvolver um problema de coração grave, baseado nos factores que irão influenciar a sua saúde nos próximos dez anos, deverão ser primeiro sugeridos ajustes ao seu estilo de vida. Se estes ajustes no estilo de vida não tiverem impacto na sua saúde, pode ser-lhe recomendado um tratamento para o colesterol elevado para um melhor controlo.

Quando devo fazer análises ao colesterol?

O seu médico pode recomendar-lhe análises ao colesterol se algum dos seguintes se aplicar:

Questionário

Fui diagnosticado com doença cardíaca coronária, derrame, AVC ou doença arterial periférica

Tenho mais de 40 anos

A minha família tem historial de doença cardiovascular

Tenho um membro próximo na família que teve um problema de saúde relacionado com o colesterol no passado ou que experienciou sintomas de colesterol elevado

Tenho um problema renal, tiróide hipoactiva ou o pâncreas inflamado.



Se seleccionou alguma das opções acima, o seu médico pode já lhe ter sugerido análises ao colesterol. Se não, fale com o seu médico para que lhe seja feita uma análise de lipoproteínas.

Quais são os riscos do colesterol elevado?

Os riscos de ter colesterol elevado incluem os problemas de saúde que este pode motivar, nomeadamente a aterosclerose (obstrução das artérias). Quando o colesterol elevado se deposita nas artérias, pode dificultar a passagem de oxigénio pelo sangue, tornando mais difícil a sua chegada ao coração, cérebro e resto do corpo. Estará também num risco maior de desenvolver doença cardíaca coronária e coágulos sanguíneos.

Como posso reduzir os meus níveis de colesterol?

Baixar os seus níveis de colesterol é possível ao alterar a sua dieta, tornando-a mais saudável e mais pobre em gorduras saturadas. Deve também fazer exercício de forma regular. Estas duas alterações ao estilo de vida irão ajudar a aumentar os níveis de “bom colesterol” no seu corpo.

Pode também beneficiar com o uso de estatinas como a Sinvastatina, Fluvastatina ou Crestor, clinicamente comprovados reduzir o colesterol. Estas apenas são prescritas no caso de ter feito as alterações ao estilo de vida mencionadas acima, mas com poucos efeitos. Também estão recomendadas se sofrer de doença cardiovascular.

Encomendar medicamentos de prescrição online

O colesterol é uma doença com consequências muito negativas na saúde cardiovascular, pelo que a procura de ajuda médica é fundamental para que os seus níveis sejam reduzidos. Para que possa ver a sua condição controlada, recomenda-se que monitorize os seus níveis de colesterol com o seu médico assistente regularmente. O nosso serviço clínico permite que receba tratamento para a sua condição, pelo que requeremos o preenchimento de um formulário médico com questões sobre a sua saúde geral e sobre esta doença. Os seus dados serão avaliados pela nossa equipa médica, de forma a garantir que recebe a opção de tratamento mais adequada. Após a avaliação médica será prescrita uma receita para o envio do medicamento pela farmácia.