Contracepção de Emergência

Pílula do Dia Seguinte

A contracepção de emergência é a denominação da contracepção utilizada após uma relação sexual desprotegida ou no caso da falha de outros métodos contraceptivos como a pílula ou o preservativo.

A forma mais conhecida de contracepção de emergência é a pílula do dia seguinte, cuja eficácia depende do momento em que esta é tomada após a relação sexual. Quanto mais cedo após a relação desprotegida ou a falha contraceptiva for tomada, maior a eficácia da pílula do dia seguinte e como tal, menores são as hipóteses de uma gravidez indesejada.

HRA PharmaFabricado por
ellaOne

A ellaOne é uma nova pílula contraceptiva de emergência que pode ser usada até cinco dias após o sexo desprotegido. A ellaOne é 98% eficaz na prevenção da gravidez. Em ensaios clínicos, apenas duas em cada 100 mulheres engravidaram após a sua toma. A ellaOne pode ser encomendada online como medida preventiva no caso da sua contracepção falhar ou no caso de realizar sexo desprotegido.

Bayer HealthcareFabricado por
Levonelle

A Levonelle é uma pílula do dia seguinte que a pode proteger contra a gravidez indesejada até três dias após o sexo desprotegido ou após a falha do seu método contraceptivo habitual. Durante as primeiras 48 horas a Levonelle tem uma eficácia de 85% a evitar a gravidez. Pode comprar o seu contraceptivo de emergência online como precaução, no caso de experienciar uma emergência contraceptiva no futuro.

Que pílulas do dia seguinte estão disponíveis?

Estão disponíveis duas pílulas do dia seguinte, a Levonelle e a ellaOne. A Levonelle é uma pílula do dia seguinte eficaz até 72 horas após a falha contraceptiva ou após o sexo desprotegido. Porém, esta pílula contraceptiva é 95% eficaz durante as primeiras 24 horas após a falha contraceptiva. Se tomada entre 25 a 48 horas após a relação é 85% eficaz e se tomada entre 48 a 72 horas após o sexo, a sua eficácia diminui para 58%.

A segunda contracepção de emergência disponível é a ellaOne, uma nova pílula do dia seguinte que pode ser eficaz a prevenir a gravidez até cinco dias após o sexo desprotegido. Alguns estudos sugeriram que esta contracepção de emergência tem uma taxa de sucesso de 98% uma vez que apenas duas em cada 100 mulheres engravidaram. A ellaOne também foi comprovada prevenir mais eficazmente a gravidez que a Levonelle, se tomada durante as primeiras 72 horas a seguir ao sexo desprotegido.

DIU (Dispositivo Intra-Uterino)

O DIU também pode ser considerado um tipo de contracepção de emergência. Este é eficaz se for inserido dentro de 120 horas (5 dias) após o sexo desprotegido ter ocorrido. Pode ser mais difícil optar pelo DIU porque a sua inserção é um procedimento médico que apenas pode ser realizado por um médico especializado.

O DIU é inserido no útero e liberta cobre para o ambiente uterino, influenciando o ciclo menstrual. O principal benefício do DIU como contracepção de emergência é que uma vez inserido, pode fornecer uma contracepção eficaz durante vários anos, dependendo da sua situação inicial. Apesar de todas as mulheres poderem colocar um DIU, é mais recomendado para mulheres que já tenham filhos.

Dispositivo intra-uterino (DIU)

Como Funciona a Contracepção de Emergência?

Existem várias formas de prevenir a gravidez, incluindo contraceptivos orais, adesivos, anéis, injecções e preservativos. Contudo, nem todos estes métodos são 100% eficazes, sendo por isso que a necessidade de métodos contraceptivos de emergência se coloca. Os métodos contraceptivos de emergência ou pílulas do dia seguinte não devem ser usados com frequência, pois tratam-se de comprimidos de elevadas doses ou dispositivos que podem ajudar a prevenir a gravidez após uma relação sexual desprotegida, devendo ser utilizados o mais cedo possível.

Ciclo menstrual

Durante o seu ciclo menstrual, vários tipos diferentes de hormonas são libertadas em diferentes etapas, o que regula a sua aptidão ou não para a concepção. É por isso útil saber o que acontece durante o ciclo menstrual para perceber o funcionamento da pílula do dia seguinte.

Ciclo menstrual

Após o seu período menstrual ter acabado, a glândula pituitária liberta uma hormona conhecida como hormona estimulante dos folículos, que indica aos ovários a altura de preparar um folículo primário para ovulação.

No início do processo menstrual, quando um folículo se desenvolve como parte do processo de ovulação, este liberta a hormona conhecida como estrogénio, que prepara o revestimento uterino para receber o ovo.

No início do ciclo menstrual é também quando o corpo começa a produzir progesterona e continua a sua produção durante as próximas duas semanas. Assim que o óvulo se desenvolve, o estrogénio aumenta no sangue e estimula o hipotálamo e a glândula pituitária a libertarem a hormona luteinizante (LH), que leva à libertação do óvulo para a trompa de falópio.

Isto acontece dentro de uma janela de 24 horas e se um óvulo for fertilizado, deposita-se no revestimento uterino espessado. Contudo, se o óvulo não for fertilizado, a menstruação começa dentro de duas semanas depois da ovulação e o ciclo volta a repetir-se.

Durante o ciclo de uma mulher esta apenas é fértil durante alguns dias, contudo, os espermatozóides podem permanecer no corpo por muitos dias, por isso, mesmo que faça sexo desprotegido antes da ovulação, a gravidez é possível.

Como é que a pílula do dia seguinte influencia o corpo?

A pílula do dia seguinte actua no corpo para fornecer protecção eficaz, uma vez que é capaz de influenciar certas funções durante o ciclo menstrual. Apesar de a ellaOne e a Levonelle conterem diferentes tipos de substâncias, ambas funcionam de forma semelhante para impedirem a gravidez.

Sistema Reprodutor Feminino

Quem pode usar a contracepção de emergência?

Tanto a Levonelle como a ellaOne devem ser tomadas após o sexo desprotegido ou no caso do seu método contraceptivo habitual ter falhado. Ambas estão aconselhadas para mulheres com mais de 18 anos. Alternativamente, se já teve sexo desprotegido e procura um contraceptivo de emergência, aconselha-se que o faça imediatamente e dentro de 24horas após o sexo desprotegido para que possa tomar a pílula do dia seguinte o mais cedo possível.

Se sofre de doença hepática grave ou se está a usar medicamentos naturais como o hipericão, a pílula do dia seguinte pode não estar aconselhada.

Como devo tomar a contracepção de emergência?

A Levonelle e a ellaOne contêm uma pílula por embalagem, que deve ser tomada o mais cedo possível após o sexo desprotegido. Anteriormente, a pílula do dia seguinte era prescrita em dois comprimidos que deviam ser tomados com 12 horas de intervalo, contudo, a pílula do dia seguinte numa dose única é considerada mais eficaz na prevenção da gravidez. Apenas tem de engolir o comprimido com a ajuda de um copo de água.

Existem algumas precauções que devo considerar?

A pílula do dia seguinte pode ser tomada mais do que uma vez durante o mesmo ciclo menstrual. Contudo, é provável que não seja eficaz se tomada mais de uma vez no mesmo ciclo menstrual, não devendo ser usada como um método contraceptivo regular. Se teve sexo desprotegido outra vez durante este período, não deve usar a contracepção de emergência para evitar a gravidez. Se isto ocorrer, deve usar um contraceptivo de barreira, mesmo que esteja a tomar normalmente a sua pílula contraceptiva, de forma a assegurar que se encontra protegida até ao seu próximo ciclo menstrual. O uso repetido da pílula do dia seguinte durante o mesmo ciclo menstrual pode alterar o seu ciclo normal e não está aconselhado.

Como posso saber se a contracepção de emergência foi eficaz?

Saberá que a contracepção de emergência foi eficaz se a sua próxima menstruação ocorrer normalmente. Se o seu período não aparecer durante três semanas após a toma da pílula do dia seguinte, deve fazer um teste para excluir a hipótese de gravidez. Deve esperar pelo menos três semanas após o sexo desprotegido para fazer um teste de gravidez, uma vez que se este for feito muito cedo, os resultados podem não ser fiáveis. A pílula do dia seguinte não será eficaz se já estiver grávida.

Encomendar medicamentos de prescrição online

O nosso serviço clínico conta com profissionais médicos registados na Europa para que a avaliação do estado de saúde do paciente seja feita de forma cuidada e rigorosa. Para a avaliação e prescrição médica, requeremos que preencha uma consulta online de forma completa e com dados sobre a sua saúde. Após um dos nossos médicos assegurar que o medicamento em questão é o mais indicado, será prescrita uma receita e enviada à farmácia para entrega do medicamento no dia útil seguinte.