DSTs

Tratar as Doenças Sexualmente Transmissíveis

O número de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) relatado na Europa aumenta todos os anos, estimando-se que existem 17 milhões de novos casos por ano na Europa Ocidental. Se tem relações sexuais desprotegidas, o risco de contrair uma DST é elevado. Existem vários erros associados à transmissão das doenças sexualmente transmissíveis, pelo que é importante que se informe e tenha em conta os riscos que corre. Por exemplo, as DSTs podem ser transmitidas por qualquer tipo de actividade sexual e não apenas por sexo vaginal.

Existem três tipos de doenças sexualmente transmissíveis, as DST virais, bacterianas e parasitárias. As infecções bacterianas como a gonorreia e a clamídia são facilmente curadas. Um exemplo de uma DST parasitária é a tricomoníase, também facilmente tratável. As infecções virais geralmente não têm cura, podendo levar a surtos recorrentes durante toda a vida. O herpes genital e as verrugas genitais são um exemplo de DSTs virais.

A maioria das DSTs pode ser tratada com um ciclo de antibióticos. Mesmo no caso das doenças incuráveis como o herpes genital, os surtos podem ser facilmente controlados com medicamentos antivirais. Se teve relações sexuais desprotegidas ou tem sintomas de alguma das doenças referidas, procure ajuda médica para diagnosticar e tratar a sua condição.

É importante ter em conta que se lhe foi diagnosticada uma DST, deve evitar o contacto sexual com o(a) sua/seu parceiro(a) até que a infecção esteja completamente curada, caso contrário, corre o risco de transmitir a doença.

Clamídia Tratamento

A clamídia é considerada uma das DST mais comuns na Europa, com a taxa de infecção a aumentar rapidamente. O grupo entre os 16 e os 25 anos é o mais afectado. A clamídia pode não causar sintomas, mas pode levar a complicações de saúde graves se deixada por tratar, incluindo a infertilidade. É facilmente tratada com um ciclo de antibióticos.

Gonorreia Tratamento

A gonorreia é uma infecção bacteriana que se tem alastrado rapidamente na Europa. Afecta frequentemente homens entre os 20 e os 24 anos e mulheres entre os 16 e os 19. A gonorreia é frequentemente assintomática, porém, se deixada por tratar, pode aumentar o risco de epididimite nos homens e de gravidez ectópica nas mulheres. A infecção é facilmente tratável com antibióticos.

Verrugas Genitais Tratamento

As verrugas genitais são muito contagiosas e uma das DSTs mais comuns na Europa. Os surtos normalmente incluem várias proeminências na zona genital. As verrugas genitais podem afectar tanto homens como mulheres, sendo mais frequentes entre os 17 e os 33 anos. Por serem causadas pelo vírus do HPV, não têm cura, porém, os surtos podem ser reduzidos e controlados com o uso de medicamentos antivirais.

Tratamentos: Aldara Wartec
Herpes Genital Tratamento

O herpes genital é uma DST viral muito contagiosa. É causada pelo vírus do herpes e é transmitida pelo contacto sexual desprotegido. Os surtos de herpes genital incluem o aparecimento de vesículas na zona genital. Não é curável, mas os sintomas podem ser tratados com medicamentos antivirais. Os surtos são geralmente recorrentes, dependendo a sua frequência de cada indivíduo.

Tratamentos: Famvir Valtrex Aciclovir
Vaginose Bacteriana Tratamento

A vaginose bacteriana é uma infecção vaginal que apenas afecta as mulheres e que pode também ser conhecida como gardnerella vaginosis. É a DST mais comum nas mulheres. A vaginose bacteriana é causada pelo crescimento anormal de bactérias na vagina e não é tecnicamente considerada uma DST, sendo, porém, mais comum em mulheres sexualmente activas. A vaginose bacteriana é facilmente curável, porém, se deixada por tratar, pode levar a infecções no útero.

Tratamentos: Metronidazol
Uretrite Tratamento

A uretrite não-específica (UNE) pode afectar tanto homens como mulheres e é classificada como uma DST bacteriana. É frequentemente causada por outras DST, particularmente pela clamídia. A uretrite ocorre quando a uretra fica inflamada, referindo-se o termo “não-específica” ao facto de as causas desta infecção não estarem completamente esclarecidas. A UNE é facilmente tratada com um ciclo de antibióticos.

Micoplasma Tratamento

O micoplasma é uma doença sexualmente transmissível bacteriana que pode ser difícil de diagnosticar. É geralmente assintomático e pode ocorrer tanto em homens como em mulheres. Se o micoplasma não for tratado, pode levar a prostatite nos homens, a uretrite nas mulheres e a infertilidade em ambos os sexos. Contudo, pode ser facilmente tratado com antibióticos.

Tratamentos: Azitromicina
Tricomoníase Tratamento

A tricomoníase é uma doença sexualmente transmissível causada por protozoários ou parasitas, transmitidos durante o sexo desprotegido. Este protozoário infecta primeiramente a uretra e afecta mais frequentemente as mulheres, apesar de a infecção também poder ocorrer nos homens. O parasita é semelhante a uma célula branca do sangue e move-se pelos tecidos vaginais e uretrais, causando ulceração.

Tratamentos: Metronidazol
Ureaplasma Tratamento

O ureaplasma é uma das DSTs bacterianas mais comuns, afectando 70% dos homens e mulheres. Pode ser transmitido pelo contacto sexual desprotegido, bem como pelo sangue e saliva. É altamente contagioso e frequentemente não apresenta sintomas. Se não tratado com antibióticos, pode levar à infertilidade.

Sintomas das DSTs

As doenças sexualmente transmissíveis não causam sintomas em todos os que as contraem, motivo pelo qual são transmitidas tão facilmente entre parceiros sexuais. Por existir falta de sintomas não significa que as DSTs não possam ser transmitidas. É também perigoso pensar que uma DST desapareceu por os sintomas já não serem notados. Muitas doenças sexualmente transmissíveis podem estar presentes e disseminarem-se pelo corpo, sem causarem nenhuns efeitos desconfortáveis imediatos.

Contudo, se notar algum dos sintomas descritos em detalhe abaixo, deve fazer um teste de DSTs para estabelecer a causa e receber o tratamento adequado.

Sintomas de gripe

Estes podem incluir febre, dores de cabeça, suores, calafrios, gânglios inchados ou sensação constante de fadiga.

Sintomas musculares

Pode experienciar dores no corpo.

Sintomas na garganta e boca

Os gânglios inchados e a garganta dorida persistentemente podem ser os sinais de uma DST.

Sintomas gástricos

Pode ocorrer dor abdominal.

Sintomas ginecológicos

A dor durante o sexo e irritação, bem como uma zona genital dorida e com comichão, são sinais de uma DST. Pode notar lesões na pele em redor da vagina e ânus. Pode também experienciar vontade de urinar frequente ou uma sensação de ardor quando urina. Pode ocorrer corrimento vaginal anormal em cheiro e cor.

Sintomas de gripe

Experienciar febre juntamente com dor, dores de cabeça, suores ou sensação de cansaço e sintomas gerais semelhantes aos da gripe, é frequente nas DSTs.

Sintomas musculares

Podem ocorrer sensibilidade muscular e dores.

Sintomas na boca e garganta

Os gânglios inchados, a garganta dorida ou uma infecção da garganta são uma possibilidade.

Sintomas na pele

Podem ocorrer erupções cutâneas na pele.

Sintomas que afectam os genitais

Um corrimento peniano pouco comum pode significar que contraiu um DST. Pode experienciar um aumento da vontade de urinar, dor quando urina e sangue na urina. A dor testicular também pode ocorrer. Pode também experienciar dor durante o sexo, verrugas, borbulhas, vesículas, feridas ou úlceras localizadas em torno da zona genital e do ânus.

Sintomas gerais das DSTs

Clique na zona pertinente do corpo para saber como esta pode ser afectada pelas DSTs.


Se experienciar algum dos sintomas mencionados acima, deve contactar o seu médico para fazer um teste imediatamente, uma vez que é importante receber tratamento o mais rápido possível. É possível que alguns destes sintomas possam ser os sinas de um infecção geral, mas é melhor ter cuidado quando se trata deste tipo de doenças.