Jet Lag

Reduzir os Efeitos do Jet Lag nas Viagens

O jet lag é uma condição que afecta as pessoas que viajam por diferente fusos horários num curto espaço de tempo, como no caso de voos de longo curso. Os sintomas incluem principalmente perturbações do sono, apesar de poderem ocorrer tonturas, ansiedade, irritabilidade e náusea. Estes sintomas podem ser inconvenientes e incómodos quando viaja para fora, especialmente se viaja por um curto espaço de tempo e o seu corpo não tem tempo para recuperar.

Se planeia uma viagem longa ao estrangeiro, deve considerar informação sobre esta condição, para que possa evitar os seus sintomas desconfortáveis. Existem tratamentos hormonais que permitem a regulação do sono e reduzem os restantes sintomas do jet lag.

Lundbeck logoFabricado por:
Circadin

O Circadin pode ser usado para ajudar a tratar as dificuldades em dormir associadas ao jet lag. O Circadin contém um tratamento à base de melatonina. A melatonina é uma hormona naturalmente libertada antes do sono e ajuda o corpo a adaptar-se a um novo fuso-horário.

O que causa o jet lag?

O corpo está programado de acordo com o fuso horário onde vive. A isto chama-se ritmo circadiano, que controla a nossa rotina de 24 horas e nos faz sentir cansados ou com fome, ajuda a controlar a temperatura corporal e a digestão. Ao viajar por diferentes fusos horários, o corpo não tem tempo para se adaptar a um novo horário, uma das causas do jet lag, particularmente para pessoas com padrões de sono regulares.

Outras causas incluem baixos níveis de oxigénio durante o voo, desidratação e a direcção da viajem, uma vez que os sintomas são mais pronunciados quando viaja para este, por os dias se encurtarem.

Quais são os sintomas?

Os sintomas mais comuns do jet lag são a perturbação dos padrões de sono e o cansaço. Isto ocorre por o seu corpo ficar confuso pela disparidade entre a hora do dia e a sua necessidade de descanso, causando tonturas, irritabilidade, desorientação e confusão em geral. Outros sintomas incluem náusea, dores de cabeça, mal-estar geral, dificuldades de concentração e irregularidades menstruais nas mulheres.

Quem corre mais riscos?

Todas as pessoas que viajem por vários fusos horários estão susceptíveis a sofrer sintomas do jet lag, apesar de os bebés e as crianças correrem menos riscos, por os seus padrões de sono estarem menos estruturados. Pessoas com mais de 60 anos são mais susceptíveis a esta condição e qualquer pessoa que tenha experienciado sintomas no passado, está sujeita a experienciá-los outra vez.

Pode evitar o jet lag?

Se vai fazer uma viajem de longo curso, não existe forma de evitar o jet lag por completo, porém existem formas de limitar as hipóteses de sofrer sintomas mais severos. Limitar o stress e alterar a sua rotina de sono em uma ou duas horas antes da viajem, pode ajudar a preparar-se para um novo padrão de sono e evitar os sintomas do jet lag. De forma semelhante, exercitar-se durante o voo e beber bebidas não alcoólicas e com cafeína pode ajudar a limitar os sintomas.

Pode curar o jet lag?

O jet lag não tem cura porque não é uma doença. Contudo, os sintomas podem ser tratados com o Circadin, que inclui uma hormona naturalmente produzida pelo corpo no início da noite, de forma a indicar ao seu cérebro que tem de dormir. Isto pode ajudar com alguns dos sintomas mais comuns e torna mais fácil para o corpo ajustar-se ao novo fuso horário.

Encomendar medicamentos de prescrição online

Para que possa receber tratamento pelo nosso serviço terá de completar uma consulta online com dados sobre a sua saúde. Esta consulta determina se o tratamento para evitar o jet lag é eficaz para si. Se o seu pedido for aprovado por um dos nossos médicos, será enviada uma prescrição à nossa farmácia registada, para que receba o tratamento no dia seguinte, na Europa.